>

Pesquisar:

sábado, 28 de janeiro de 2017

Residência Portal da Serra

Um de nossos projetos em fase de execução no condomínio residencial Portal da Serra.



Sala, cozinha e área de lazer integrados, criando um espaço confortável para conviver em família e receber os amigos.

Pavimento superior com três suítes, todas elas com varanda.



Projeto realizado em parceria: 
Arquitetura: Marcela Lima e Alessandra Romero
Projeto estrutural: Rogerio C. de Lima


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Antes x Depois




Apresento hoje um trabalho que foi realizado por toda a equipe Rosalima, espero que gostem do resultado. 

A ideia inicial era realizar apenas alguns reparos devido ao desgaste causado ao longo do tempo, porém, do “acho que fica legal fazer isso ao “acho que gostaria de mudar aquilo”, a pequena reforma tomou um rumo totalmente diferente englobando repaginação de móveis, troca de esquadrias, decoração de toda a área social e área externa e alterações na fachada. 

Vale ressaltar que na decoração não foi necessário comprar absolutamente nada, houve apenas repaginação de algumas peças: troca de tecido de uma chaise, pintura de cadeiras, e mudanças no layout. 

Resumindo, reviramos a casa, fizemos um levantamento de todos os móveis, projetamos o novo layout e assim ela foi redescoberta. Essa explicação é para esclarecer a falsa ideia que muitas pessoas tem de que chamar um arquiteto ou design de interiores é algo absurdamente dispendioso, como se esses profissionais os obrigassem a descartar tudo o que já tem e substituir por moveis e objetos de altíssimo valor, quando na verdade nossa função é propor soluções considerando a individualidade dos moradores, cada espaço de sua casa transmite uma mensagem sobre você e essa mensagem deve ser respeitada, nossa intenção é apenas auxiliar a identifica-la e expressa-la da melhor forma possível.

Comecemos pela chaise que apesar de muito charmosa, precisava de uma atenção especial para participar da nova decoração, e acabou sendo o destaque da sala de lareira.


Mesa e cadeiras receberam pintura automotiva e alegraram a área gourmet.


O jardim, responsável pela recepção de quem o percorre para acessar a casa, teve essas duas lindas anfitriãs que a proprietária ganhou de presente dos filhos.






E a fachada, na imagem abaixo, referente a como era antes, já estava em fase de obras, o cedrinho que ficava junto ao alambrado foi removido, a mureta abaixo dele começou a ser quebrada, as esquadrias já haviam sido trocadas, inseri apenas para se ter uma ideia da melhora com a mudança de cor e substituição do alambrado pela grade.



O desenho dos telhados transmite um ar rústico que combinado com a nova cor ficou elegante e moderno. Cortinas fizeram toda a diferença, garantindo privacidade, beleza e obviamente auxiliando no controle da incidência de luz. O fechamento da frente, leve e discreto, apenas para limitar o espaço e barrar a passagem da cachorrinha de estimação.






Projeto interiores:Marcela R. Lima
Gerenciamento / excução interiores e exteriores: Roberta R. Lima
Reforma: Rogerio C. de Lima

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Sem medo de construir



O motivo desse post é o receio que a maioria dos clientes que me procuram tem ao iniciar a obra de sua primeira casa.

Ao mesmo tempo em que se trata de uma grande realização pessoal, é comum aparecerem dúvidas e inseguranças, devido ao alto investimento e a vontade do resultado perfeito, pois apesar de todo o teor técnico da questão, estamos falando da realização de um sonho e talvez o maior investimento de suas vidas até o momento.

Perguntas frequentes de quem nunca investiu nesse ramo são:
- Para construir uma casa térrea vou gastar menos com relação ao sobrado?
- Quanto tempo vai levar para concluir a obra?
- Qual a fase da obra em que o custo é mais elevado?

Vou discorrer sobre cada uma delas e espero auxiliar para um esclarecimento inicial:

- É muito relativo o custo que se tem da casa térrea com relação ao sobrado, respondendo cruamente pode-se dizer que a casa térrea é mais econômica pois a estrutura é dimensionada apenas para um pavimento e exige-se menos tempo de mão-de-obra, outra vantagem seria a facilidade de locomoção evitando o uso de escadas. Porém, antes que os fatores mencionados norteiem essa decisão, deve-se levar em conta:
Dimensões e topografia do terreno, ou seja, o terreno pode ficar pequeno diante do programa solicitado pelos moradores: quantidade e especificação de ambientes, tamanho requerido para a área externa, quantidade de vagas de garagem, lembrando que tudo será inserido obedecendo os recuos mínimos exigidos pela legislação local. Também devemos considerar que pode acontecer de o tamanho do lote comportar perfeitamente tudo o que se deseja, mas sua topografia requerer o uso de mais pavimentos, ou seja, dependendo da inclinação de aclive ou declive do terreno, para implantar uma casa térrea haverá um custo dispendioso devido à movimentação de terra, muros de arrimo e consequentemente mão-de-obra.

- Com relação ao prazo da obra:
Uma casa de padrão médio, com área a ser construída em torno de 150,00 m², pode levar de 7 a 12 meses, podendo haver exceções que aumentem ou diminuam esse prazo, levando-se em consideração fatores econômicos, padrão de acabamento, mão-de-obra a ser contratada, gerenciamento do profissional responsável que controlará o cronograma de cada etapa e a influência de fatores climáticos.
- As fases em que o custo é mais elevado, costumam ser a estrutura e o acabamento. A estrutura da casa, é composta por elementos dimensionados em cálculo estrutural, elaborado por engenheiro civil, o cálculo é realizado considerando a distribuição de cargas ao longo dos elementos estruturais (vigas, lajes, pilares), garantindo a durabilidade e segurança da construção.

Muitas pessoas orçam o que chamamos levantar e cobrir, que seria fundação, estruturas e cobertura separadamente do acabamento, para conseguirem se programar financeiramente durante a execução e assim avaliar será preciso realizar uma pausa antes de iniciar o acabamento.

Espero ter esclarecido e encorajado aqueles que estão se programando para construir mas acabam adiando por deixar as preocupações falarem mais alto. Existem sim, muitos casos de prejuízo e por consequência stress e decepção pela falta de profissionais habilitados envolvidos no processo. Por isso a importância de pesquisar, buscar referências, conhecer o trabalho de cada profissional e aí sim, iniciar a realização desse sonho sem medo de construir!



Residência Floresta São Vicente

Uma das premissas desse projeto foi aproveitar a declividade do terreno, voltando aberturas principais para a paisagem.

No pavimento térreo distribuímos a área social, salas de estar e jantar integradas, cozinha e área de serviço; pavimento superior com três suítes, uma delas com closet e varanda. A área de lazer ficou no pavimento inferior, com escadas de acesso tanto na parte interna quanto e externa da casa, contendo espaço gourmet, banheiro e quarto de despejo.






Projeto realizado em parceria: 
Arquitetura: Marcela Lima e Alessandra Romero
Projeto estrutural: Rogerio C. de Lima



quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Cortinas

Hoje vamos falar um pouco sobre cortinas e o efeito transformador que elas têm sobre os espaços.

Veremos também algumas regrinhas para que esse efeito seja positivo!

A primeira coisa a se verificar é qual a intenção ao instalar a cortina em determinado ambiente: privacidade, controle da incidência de luz, decorativo, ou todos eles,

Definido o objetivo, vamos às opções:

Na área social, sala de estar, jantar e ambientes que têm portas e janelas voltados para varanda, se prioriza a entrada de luz, para isso, são recomendados tecidos leves como linho e voal, temos também a opção de criar um ambiente mais rústico com as cortinas de fibra natural. Nada impede de se utilizar o forro junto com esses tecidos leves para maior privacidade e controle da incidência de luz, dependendo do horário o excesso de luz e calor pode ser desconfortável.




Existe uma infinidade de cores, tecidos e estampas, não se pode dizer que uma ou outra opção seriam erradas, tudo depende da intenção, da mensagem que se quer passar em conjunto com a decoração. Apenas um alerta com relação a opção por cores escuras, que exige cuidado especial, pois além de reter calor, desbotam com facilidade.




Nos dormitórios é imprescindível a utilização de forros para diminuir a incidência de luz, ou até mesmo uma cortina blackout e recomendado cores claras para suavizar o ambiente, propiciando descanso e relaxamento.

Temos ainda as persianas rolô e romanas, cada uma com seu charme! A persiana rolô é uma tela que pode ser enrolada até a altura que se deseja, pode ser de vinil, barrando quase totalmente a incidência de luz ou com tecido de efeito translúcido, seu modelo retilíneo incorporado a janela garante um visual clean e moderno. Já as persianas romanas, que particularmente gosto muito, formam um desenho diferenciado quando fechadas, devido às dobras do tecido com um espaçamento maior do que uma persiana comum.




Escolhido o modelo, vamos à fixação.

Para fixação das cortinas temos basicamente duas opções: varão e trilho

O varão pode ser único, duplo ou triplo, dependendo da utilização dos forros. O acabamento na cortina para fixação no varão pode ser através de ilhos ou argolas.




O trilho também pode ser único, duplo ou triplo, utilizado para tecidos mais pesados, normalmente fica embutido em forros de gesso.




Válido ressaltar, com relação as medidas das cortinas, não devem ficar ajustadas ao tamanho exato das janelas, é necessário deixar uma margem na parte de cima e laterais, e embaixo o recomendado é quase tocando o chão.

As fotos são instalações da loja Criativa Decorações de Bragança Pta. que eu conheço o trabalho, tenho em casa e costumo indicar aos clientes.















sábado, 21 de janeiro de 2017

Apresentação

Meu nome é Marcela, sou arquiteta, Rosa Lima vem do sobrenome, pois o que influenciou minha formação é uma junção de aprendizado entre os dois lados da família: meu pai, engenheiro civil, que desde criança, durantes as férias escolares eu acompanhava em visitas às obras que ele administrava. Já minha mãe, é uma decoradora nata, que sempre tem uma ideia relevante a acrescentar na definição de layout dos projetos com base em sua visão prática sobre o assunto. Crescendo em meio a esses dois professores é que me interessei em aprofundar os conhecimentos optando pelo curso de Arquitetura.

O objetivo do blog, além de apresentar um pouco do meu trabalho, é fornecer algumas dicas simples que podem solucionar grandes problemas! Isso porque, percebo a dificuldade da maioria dos clientes em visualizar soluções que determinariam um excelente resultado na apresentação de sua casa como um todo: projeto, escolha de cores, móveis, acabamentos, tanto na área interna quanto externa.

Essa dificuldade é compreensível, considerando a infinidade de opções que temos referentes a cada item no mercado e em meio a tanta informação, como saber fazer as melhores composições? Como utilizar os elementos da forma correta imprimindo seus gostos e personalidade sem cometer erros?
Realmente não é fácil, mas prometo fazer o meu melhor para mostrar que também não é tão complicado assim.


Obrigada por visitar a página, seja bem-vindo e espero conseguir ajudar!